Saiba como ajudar seu filho no processo de adaptação escolar

O processo de adaptação escolar traz desafios para toda a família, afinal, é uma situação nova para todos. Entre as dificuldades, estão a separação e a necessidade de a criança passar algumas horas em um lugar diferente, com pessoas que ainda são desconhecidas.

No entanto, existem maneiras de tornar essa experiência mais tranquila e garantir que os primeiros contatos com a escola sejam estimulantes e motivadores. A família tem um papel importante na preparação e na segurança para esse momento.

É uma transição significativa, pois o convívio social se intensifica, bem como o compromisso com os horários e com as atividades propostas. Nesse contexto, surge a necessidade de apoio e atenção por parte dos adultos.

Neste post, apresentaremos dicas para facilitar o momento de adaptação escolar, o que ajudará a torná-lo mais tranquilo. Boa leitura!

Converse bastante com a criança

Como vimos, uma das dificuldades da adaptação escolar é o ambiente desconhecido, longe das pessoas com quem a criança tem familiaridade. Quando ela é levada até esse espaço sem saber do que se trata ou sem compreender as razões de precisar ficar tanto tempo longe da família, pode ser muito assustador.

Assim, conversar bastante é uma maneira de passar mais tranquilidade e mostrar como a escola pode ser uma excelente experiência. É importante ter receptividade para as perguntas da criança e tentar respondê-las de maneira objetiva, acolhedora e sincera. Você também pode mostrar fotografias de familiares na escola, que explicitam como isso é importante para todas as pessoas.

Envolva a criança nos preparativos

A preparação para o início das aulas pode ser bastante divertida, e é ótimo envolver a criança nesse momento. Visitar a escola antes de iniciarem as aulas, conhecer o espaço e comprar os materiais são atividades das quais o pequeno pode participar. Se houver dúvidas, explique sobre o funcionamento dos materiais e escolher objetos temáticos.

Quando a criança é incluída na organização, fica mais animada e receptiva com a novidade. É também uma boa oportunidade de conversarem sobre esse passo que será dado.

Adapte a rotina previamente

As crianças precisam da rotina, e os horários da escola trazem muitas alterações no cotidiano. Para que isso não seja um choque que se somará à adaptação escolar, uma dica é começar a fazer ajustes gradativos com antecedência.

Observe, por exemplo, o horário das refeições e como ele precisará ser para se adequar, os cochilos diurnos, o momento de ir dormir, entre outros afazeres essenciais. Assim, é possível reduzir o impacto para a criança e evitar estresses.

Transmita segurança

A criança pode experimentar muitos sentimentos de insegurança nesse momento, e é importante que a família transmita confiança. Nesse sentido, conhecer bem a instituição escolhida, observar como é a rotina do local e ter contato com os profissionais são boas maneiras de saber mais sobre o espaço e se certificar de que é a melhor escolha.

Ciente de que a escola tem responsabilidade e é estimulante para o seu filho, transmita essa tranquilidade. É comum que, nos primeiros dias, a separação seja difícil — e que tanto os adultos quanto as crianças tenham dificuldade com isso.

Dessa forma, é importante que os pais não demonstrem ansiedade e que os profissionais da instituição acolham o pequeno. Manter o contato com os educadores é fundamental para saber como é o comportamento do filho na escola. Os primeiros dias tendem a ser mais difíceis. Porém, com carinho e muita paciência, a criança se torna mais confiante e fica à vontade entre colegas e professores.

Demonstre interesse

É muito comum que a criança chegue em casa com vontade de contar tudo o que aconteceu na escola e os aprendizados. Essa é uma ótima oportunidade para reforçar o vínculo familiar e conhecer mais sobre os gostos, interesses e dificuldades do jovem. Portanto, é necessário mostrar atenção e interesse por esses relatos.

Assim, quando a criança contar sobre como foi o dia, ouça atentamente e com empolgação as experiências que forem compartilhadas. Dessa maneira, além de incentivar o pequeno no seu desenvolvimento escolar, você mantém maior proximidade, o que é fundamental para identificar quando houver alguma dificuldade.

Tenha paciência com as mudanças de comportamento

Alguns problemas que podem acontecer são as crises de choro ao chegar à escola ou apatia nos dias anteriores ao início das aulas. Essas mudanças de comportamento podem acontecer por se tratar de uma situação muito nova e que pode causar apreensão.

Para amenizar a dificuldade, é interessante que um familiar fique por algum tempo com a criança na escola até que ela se sinta mais tranquila e ambientada. É importante não sair sem se despedir, pois pode gerar no pequeno uma angustiante sensação de abandono.

Para evitar essas situações, a dica é conversar previamente sobre as despedidas e mostrar que elas não significam uma perda, mas sim a oportunidade de fazer descobertas e viver aventuras.

Procure se adaptar também

A adaptação pode ser difícil para os adultos, pois é uma grande mudança na rotina e na relação com a criança. Por isso, a família precisa se ajustar e encarar a novidade com tranquilidade. Como destacamos, manter uma boa relação com a escola é importante para ter a segurança de que o seu filho está em um local responsável e estimulante.

Da mesma forma, é fundamental que a família esteja confiante em relação à instituição e transmita isso para a criança. Compreenda que essa é uma experiência saudável e muito positiva para os pequenos, que contribui para o desenvolvimento socioemocional. Portanto, uma vez que a escola seja séria e tenha boa metodologia, não é necessário ter sentimentos como culpa ou medo de deixar seu filho aos cuidados dela.

Em suma, a adaptação escolar é um período desafiador, mas que também é muito importante no desenvolvimento das crianças. É preciso que a instituição e a família atuem em parceria e compartilhem os mesmos valores, o que proporcionará uma aprendizagem plena à criança.

Quais são as maiores dificuldades e inseguranças da sua família em relação à adaptação escolar? Deixe a sua experiência nos comentários.

Compartilhe!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.